A técnica de Análise de Valor Agregado é um método de mensuração e reporte de desempenho do projeto, cujo objetivo é a gestão do custo e do cronograma com base na avaliação entre o que foi obtido em relação ao que foi realmente gasto, e ao que se planejava gastar.

Dá-se o nome de “valor agregado” ao valor orçado para realizar o trabalho de um determinado período de tempo do horizonte do projeto. Três valores chave são calculados para cada atividade ou pacote de trabalho:

  • PV: Planned value (custo planejado do trabalho)
  • EV: Earned value (valor agregado pelo trabalho realizado)
  • AC: Actual cost (custo real do trabalho realizado)

 

grafico_avaUma vantagem desta técnica com relação à abordagem tradicional é que ela dá uma resposta de desempenho com relação ao trabalho executado, ou seja, avalia-se quanto se gastou com relação ao que se deveria ter gasto para realizar o trabalho que foi realizado. Enquanto a abordagem tradicional simplesmente compara o que foi gasto com o quanto se planejou gastar até determinado momento do projeto, sem a preocupação de avaliar o trabalho realizado com esse custo.

Os dois principais indicadores da Análise de Valor Agregado são o SPI (índice de desempenho de prazo) e o CPI  (índice de desempenho de custo). O SPI é calculado pela seguinte equação: SPI = EV / PV.

O resultado é um valor percentual com a seguinte interpretação:

  • SPI = 1 → Projeto está atendendo as expectativas (dentro do prazo)
  • SPI > 1 → Projeto está superando as expectativas (adiantado)
  • SPI < 1 → Projeto está abaixo das expectativas (atrasado)

 

O CPI é calculado com a seguinte equação: CPI = EV / AC.

Interpretação:

  • CPI = 1 → Projeto está atendendo as expectativas (dentro do orçamento)
  • CPI > 1 → Projeto está superando as expectativas (economizando)
  • CPI < 1 → Projeto está abaixo das expectativas (estouro no orçamento)

 

Os índices de desempenho de custo e de prazo da técnica de Análise de Valor Agregado podem servir para avaliar a situação atual do projeto, mas também podem ser aplicados em análises de tendências e previsão de quando o projeto deverá terminar, se o desempenho de cronograma permanecer o mesmo, e de quanto irá custar, se o desempenho de custo permanecer o mesmo. Com isso, o gerente do projeto poderá tomar decisões no momento de cada medição para que os objetivos do projeto sejam alcançados, superados, ou mesmo para reduzir as potenciais perdas.

  

mao_gp3

GP3 - O Software Brasileiro de Gerenciamento de Projetos

Conheça os Pacotes do Software de Gestão de Projetos GP3

  

Referências:

  • KERZNER, H. Project Management: A Systems Approach to Planning, Scheduling, and Controlling. New Jersey: John Wiley & Sons, 2006, 9th Edition.
  • PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE - PMI. A Guide Project Management Body of Knowledge - PMBOK. 2004, Pennsylvania: USA.

Definições Importantes

Acesso ao GP3

Tel: (11) 3262-5111 ou (11) 2712-3705 | Termos de Uso

Compartilhe: facebook Twitter